.As manifestações de sábado (19 de junho) simbolizaram nas ruas uma tristeza coletiva: chegamos à marca das 500 mil mortes provocadas pelo COVID-19. O presidente foi irônico com o ato, não se solidarizou com as famílias e ainda tratou mal as jornalistas que o entrevistaram no dia seguinte. “Por que ele ainda está no poder?”, é uma pergunta difícil de responder.

 

LEIA O RADAR COMPLETO AQUI!

 

Enquanto isso, as peças para 2022 se movimentam. O deputado federal Marcelo Freixo e Flávio Dino, governador do Maranhão, migraram para o PSB. A Executiva Nacional do DEM anunciou a expulsão do ex-presidente da Câmara Rodrigo Maia. Moro admitiu a apoiadores que pode disputar a Presidência em 2022 e Luciano Huck negou a candidatura.


O Congresso continua passando a boiada. A votação da MP da Eletrobrás (PLV 07/2021) voltou para a Câmara, agora com um texto que não só privatiza a companhia, como ainda deve encarecer a conta final para as famílias.


A Câmara já aprovou, a toque de caixa e por ampla maioria (408 a 64), o projeto que altera a Lei de Improbidade Administrativa (PL 10887/2018), tornando mais difícil a punição a maus administradores públicos. Uma das principais mudanças no texto, que segue para o Senado, é a exigência de que fique provada a intenção do administrador em lesar os cofres públicos. Prejuízos causados por negligência ou incompetência passam a ser impunes. A pressa na votação foi obra do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), que tirou o projeto da comissão que o analisava e o levou direto ao Plenário. Lira foi condenado em primeira instância em dois processos por improbidade na Justiça de Alagoas.


E no Senado, Jurema Werneck, diretora da Anistia Internacional, será ouvida na CPI da COVID no Senado na próxima sexta-feira, dia 25 de junho, às 9h. Na semana passada, a CPI da Pandemia ouviu o depoimento de Marcellus Campelo, ex-Secretário de Saúde do Amazonas e Wilson Witzel, ex-Governador do Rio de Janeiro. Era prevista a oitiva do empresário Carlos Wizard, mas o mesmo não compareceu.

 

LEIA O RADAR COMPLETO AQUI!

   
Categoria
 
Alerta Feminista

Radar Feminista no Congresso

Notícias

Artigos e Textos

Diálogos e Mobilizações

Publicações
 
 
 
Artigos Recentes
 
 
 
 
CFEMEA
O Centro Feminista de Estudos e Assessoria é uma organização não-governamental, sem fins lucrativos.
 
AUTOCUIDADO E CUIDADO ENTRE ATIVISTAS
   
UNIVERSIDADE LIVRE FEMINISTA
   
LINHA DO TEMPO CFEMEA
   
 
 
+55 61 3224 1791
   
  FALE CONOSCO