Coordenado pela Frente Parlamentar Feminista Antirracista, encontro reúne ativistas de todo o Brasil 

Nesta quinta-feira (28/09), das 9h às 18h, o seminário “Desafios da Frente Parlamentar Feminista Antirracista com participação popular” reúne ativistas dos movimentos de mulheres e feministas e de organizações da sociedade civil de todo o Brasil para debater as principais questões relacionadas ao direito das mulheres e a relação com a atuação do Legislativo Nacional. A recepção ficou por conta das coordenadoras da Frente Parlamentar Feminista Antirracista, deputadas Fernanda Melchionna (PSOL/RS), Talíria Petrone (PSOL/RS) e Reginete Bispo (PT/RS). A realização do evento é fruto da articulação de um conjunto de organizações brasileiras.

Pela manhã, o debate é sobre o tema “A agenda democrática para as mulheres brasileiras”, com a presença de Bruna Benevides, da Associação Nacional de Travestis e Transexuais (ANTRA), e de Lúcia Xavier, da ONG Criola. Já na parte da tarde serão discutidos temas mais específicos. A mesa “(In)justiças reprodutivas: quem tem o direito de gestar no Brasil?”, contará com a presença de Mariane Marçal, da ONG Criola, e Lígia Cardieri, Rede Feminista de Sexualidade e Saúde (RFS). Para fechar o seminário, o tema “Violência política e de gênero: misoginia e racismo no Congresso Nacional”, com destaque para a movimentação da campanha #ElasFicam, será debatido por Ingrid Farias, da Rede Nacional de Feministas Antiproibicionistas (RENFA), e de Sofia Amaral, do Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre a Mulher da Universidade Federal de Minas Gerais (NEPEM/UFMG). Representantes das organizações e ativistas fazem comentários sobre os temas em cada uma das mesas de debates. 


Dia pela Descriminalização e Legalização do Aborto

O seminário acontece no Dia Latino-Americano e Caribenho pela Descriminalização e Legalização do Aborto, data instituída em 1990 na quinta edição do Encontro Feminista Latino-Americano, ocorrida na Argentina. A escolha da data é estratégica pois insere o debate sobre o aborto no contexto ampliado da luta das mulheres, em relação direta com outros pontos importantes da agenda feminista.
“É muito simbólico que o Congresso Nacional seja ocupado pela pauta dos direitos das mulheres nesta data tão importante para a discussão da nossa autonomia. Ainda mais se considerarmos essa legislatura tão conservadora. Precisamos ocupar os espaços de poder para fortalecer a democracia, que se mostrou ainda frágil nos últimos anos”, destaca Jolúzia Batista, articuladora política do Cfemea (Centro Feminista de Estudos e Assessoria), uma das organizações realizadoras do evento. 

Além de qualificar e demarcar o debate sobre pontos centrais da agenda feminista no Congresso Nacional, ao dar espaço para as vozes dos movimentos e organizações da sociedade civil no parlamento, o seminário também é uma oportunidade de fortalecimento da parceria entre ativistas e deputadas integrantes da Frente Parlamentar Feminista Antirracista. O encontro ocorre no Plenário 14 da Câmara Federal.

 


Coloque seu email em nossa lista

Cfemea Perfil Parlamentar

Informe sobre o monitoramento do Congresso Nacional maio-junho 2023

Cfemea Perfil Parlamentar

Violência contra as mulheres em dados

Logomarca NPNM

Direitos Sexuais e Reprodutivos

logo ulf4

Estudo: Elas que Lutam

CLIQUE PARA BAIXAR

ELAS QUE LUTAM - As mulheres e a sustentação da vida na pandemia é um estudo inicial
sobre as ações de solidariedade e cuidado lideradas pelas mulheres durante esta longa pandemia.

legalizar aborto

Veja o que foi publicado no Portal do Cfemea por data

nosso voto2

...