A reunião foi realizada na Vice-Reitoria da USP e contou com a participação de dirigentes da Unesp e da Unifesp

  Publicado: 17/08/2023
Por 
[A partir da esquerda] Lidiane Cristina Silva, Raiane Assumpção, Maria Arminda do Nascimento Arruda e Maysa Furlan – Foto: Marcos Santos/USP Imagens
Dando continuidade às discussões sobre a questão de gênero nas universidades públicas do Estado de São Paulo, as gestoras da USP, da Universidade Estadual Paulista (Unesp) e da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) se reuniram ontem, dia 16 de agosto, para conversar sobre os indicadores, ações estratégicas e políticas afirmativas.

A vice-reitora da Unesp, Maysa Furlan, apresentou dados sobre a presença das mulheres em várias áreas e atividades da Unesp e sobre o desempenho feminino na graduação, na pós-graduação e na pesquisa. Em seguida, foi a vez da reitora da Unifesp, Raiane Patrícia Severino Assumpção, e da superintendente de Tecnologia da Informação da mesma universidade, Lidiane Cristina Silva, apresentarem os dados relativos à instituição.

A próxima etapa do projeto, definida pelo grupo, será reunir as equipes responsáveis pela coleta e gestão de dados das universidades públicas paulistas – USP, Unesp, Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Unifesp, Universidade Federal do ABC (UFABC) e Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) – para trabalhar na harmonização das diferentes bases de dados e na definição dos critérios para os indicadores, de modo que seja possível fazer a comparação e a produção de um amplo panorama sobre a situação de gênero nas universidades públicas.

“A partir desses dados, teremos condições para traçar um perfil da questão de gênero nas nossas universidades e, assim, poderemos trocar experiências e desenvolver ações voltadas para essa política nas instituições”, explicou a vice-reitora da USP, Maria Arminda do Nascimento Arruda.

Também participaram da reunião os assessores da Vice-Reitoria, Rodrigo Correia do Amaral e Juliana Maria Costa.

O grupo das gestoras das universidades públicas paulistas tem se encontrado regularmente desde o ano passado, com o objetivo de discutir a questão de gênero na gestão das universidades e propor ações para promover a equidade e a diversidade.

No dia 8 de março deste ano, a mesa-redonda Gênero, Equidade e Diversidade realizada na Unicamp, em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, reuniu dirigentes das universidades paulistas para debaterem experiências e ideias sobre questões relativas a desigualdades nos campi. O evento também foi marcado pelo lançamento da Rede Equidade.

fonte: https://jornal.usp.br/institucional/gestoras-das-universidades-publicas-paulistas-se-reunem-para-discutir-indicadores/

 


Artigos do CFEMEA

Coloque seu email em nossa lista

Cfemea Perfil Parlamentar

Informe sobre o monitoramento do Congresso Nacional maio-junho 2023

Cfemea Perfil Parlamentar

Violência contra as mulheres em dados

Logomarca NPNM

Direitos Sexuais e Reprodutivos

logo ulf4

Estudo: Elas que Lutam

CLIQUE PARA BAIXAR

ELAS QUE LUTAM - As mulheres e a sustentação da vida na pandemia é um estudo inicial
sobre as ações de solidariedade e cuidado lideradas pelas mulheres durante esta longa pandemia.

legalizar aborto

Veja o que foi publicado no Portal do Cfemea por data

nosso voto2

...