Ativistas e parlamentares pró-pauta dos direitos das mulheres se reuniram na noite desta terça-feira, em Brasília

 loucas1

Ivana Sant’Anna - Cfemea 
Fotos de Juliana Duarte

 

Na noite desta terça-feira (28), um momento emocionante reuniu as dezenas de representantes dos movimentos sociais que estão em Brasília para o “Diálogos pela Democracia: Fortalecendo a luta pelos Direitos Humanos no Congresso Nacional”.

Dentro da agenda pensada para esse primeiro encontro de 2023, que segue até o dia 2 de março, mais de 70 ativistas se reuniram com o objetivo principal do evento que é estabelecer um diálogo constante sobre a agenda emergente em defesa dos direitos humanos e pontuando a pauta legislativa sobre os temas de interesse das mulheres, das populações mais vulneráveis e na garantia de direitos.

loucas2A apresentação do grupo de teatro “As Loucas de Pedra Lilás”, de Pernambuco, na noite desta terça foi um momento importante dentro da agenda de construção e luta dos movimentos sociais em favor da pauta feminista. Para a secretária Nacional da Mulher Trabalhadora da CUT, Junia Batista, a leveza e a força, apesar de antagônicos, deram o tom da performance.

“Foi uma cerimônia linda com o grupo das Loucas de Pedras Lilás. Acho que temos que ter um respeito maior pelas comunidades tradicionais, pelos povos originários, pelas nossas origens e pelo nosso povo. A leveza de ontem nos trouxe força para as batalhas que enfrentaremos, saí de lá energizada pronta pra guerra dos próximos anos”, comentou Junia.

Leveza e força para encarar os próximos desafios. Essa também foi a opinião de Simony dos Anjos, Rede de Mulheres Negras Evangélicas, sobre o evento da noite anterior. Segundo ela, momentos como esses são importantes para encarar uma oposição desonesta e contra os direitos das mulheres.

“O momento de ontem foi muito acolhedor, fortalecedor e leve. Precisamos disso para nossa atuação nos próximos anos, mesmo com o fortalecimento da Frente Parlamentar Feminista Antirracista com Participação Popular, sobretudo com o aumento da bancada feminista no Congresso Nacional”, reforçou Simony.

Para Elisa Aníbal, da Articulação de Mulheres Brasileiras e da Frente Nacional Contra a Criminalização das Mulheres e Pela Legalização do Aborto, a apresentação de ontem foi um momento importante para o fortalecimento da luta.

“Ontem pudemos ver a nossa força reunida e a importância da mobilização e da articulação dos movimentos sociais para fortalecer as companheiras que ocupam cargos e sofrem violência política, além de oferecermos fortalecimento para as parlamentares enfrentarem toda essa misoginia.  Foi muito bom ver o conjunto da nossa força”, finalizou Elisa.

A programação do “Diálogos pela Democracia: Fortalecendo a luta pelos Direitos Humanos no Congresso Nacional” segue nesta quarta-feira com um café da manhã para parlamentares, no Salão Nobre do Congresso Nacional, pela manhã e, à tarde, um encontro de parlamentares com as representações dos movimentos sociais no hall da taquigrafia da Câmara dos Deputados.

loucas6

A deputada Fernanda Melchionna (PSOL-RS) foi recebida com entusiasmo pelo grupo de teatro Loucas de Pedra Lilás

 
 

loucas3

A deputada federal Benedita da Silva (PT-RJ) sendo recebida pelo grupo de teatro e ativismo Loucas de Pedra Lilás

loucas4

Deputada federal Daiana Santos (PCdoB-RS) sendo recebida pelo grupo teatral Loucas de Pedra Lilás

 

loucas5

Deputada Jandira Feghali (PCdoB-RJ) sendo recebida pelo grupo de teatro e ativismo feminista Loucas de Pedra Lilás

 

loucas8

Representantes de entidades feministas de todo o país se reuniram com as deputadas da Frente Parlamentar Feminista Antirracista com Participação Popular - A Frente é composta por parlamentares e entidades e movimentos feministas

 

loucas7

Schuma Schumaher (REDEH) e Jolúzia Batista (CFEMEA) promotoras do encontro das feministas em Brasília


Inscreva seu email

Logomarca NPNM

Cfemea Perfil Parlamentar

Aborto Legal

aborto legal capa

Direitos Sexuais e Reprodutivos

logo ulf4

Informe sobre o monitoramento do Congresso Nacional maio-junho 2023

Cfemea Perfil Parlamentar

Violência contra as mulheres em dados

Estudo: Elas que Lutam

CLIQUE PARA BAIXAR

ELAS QUE LUTAM - As mulheres e a sustentação da vida na pandemia é um estudo inicial
sobre as ações de solidariedade e cuidado lideradas pelas mulheres durante esta longa pandemia.

legalizar aborto

Veja o que foi publicado no Portal do Cfemea por data

nosso voto2

...