Quase lá: É preciso um Brasil inteiro para educar nossas crianças!

? Você já ouviu um provérbio africano que diz que “é preciso uma aldeia inteira para educar uma criança”? Nessas eleições, essa ideia faz ainda mais sentido!


??‍♀️??Hoje é Dia das Crianças, uma data para celebrarmos a brincadeira, a alegria e o direito à infância. Como estamos em período eleitoral, precisamos considerar como fundamental garantir que nossas crianças sejam prioridades nas políticas públicas dos governos, por uma vida digna aos nossos pequenos. 

?‍? A prevenção ao abuso sexual de nossas crianças é uma das ações mais importantes para garantir o bem-estar delas. Então, é importante lembrar  que o Unicef revelou que pelo menos 45 mil crianças e adolescentes são abusados sexualmente por ano no Brasil. Muitos casos acontecem dentro da própria casa. 

? Essa situação devastadora precisa ser discutida por toda a sociedade. A proteção à vida e à saúde são garantias previstas no Estatuto da Criança e do Adolescente. Fique atenta: o compromisso pelos direitos infantis de acesso à creche, à atenção básica, à segurança alimentar e nutricional, de brincar e viver livre da violência precisa orientar nosso voto! 

✊? No dia 30/10, nosso voto vale para garantir cidadania a todas as crianças brasileiras!

✍??? E não esqueça: para denunciar, disque 100. 

 #eleições2022 #meuvotovalemuito #unidaspelademocracia #nossovotovalemuito #infanciasegura #abusoinfantil #DiaDasCrianças #PrimeiraInfância #12DeOutubro
 
Meu voto vale educacao criancas
 
meu voto entidades
 

Matérias Publicadas por Data

Artigos do CFEMEA

Coloque seu email em nossa lista

lia zanotta4
CLIQUE E LEIA:

Lia Zanotta

A maternidade desejada é a única possibilidade de aquietar corações e mentes. A maternidade desejada depende de circunstâncias e momentos e se dá entre possibilidades e impossibilidades. Como num mundo onde se afirmam a igualdade de direitos de gênero e raça quer-se impor a maternidade obrigatória às mulheres?

ivone gebara religiosas pelos direitos

Nesses tempos de mares conturbados não há calmaria, não há possibilidade de se esconder dos conflitos, de não cair nos abismos das acusações e divisões sobretudo frente a certos problemas que a vida insiste em nos apresentar. O diálogo, a compreensão mútua, a solidariedade real, o amor ao próximo correm o risco de se tornarem palavras vazias sobretudo na boca dos que se julgam seus representantes.

Violência contra as mulheres em dados

Cfemea Perfil Parlamentar

Direitos Sexuais e Reprodutivos

logo ulf4

Logomarca NPNM

Cfemea Perfil Parlamentar

Informe sobre o monitoramento do Congresso Nacional maio-junho 2023

legalizar aborto

...