Quase lá: Feminismo é revolução: Por soberania popular e de nossos corpos!

Na próxima segunda-feira, dia 8 de julho, a partir das 15h, as ruas de Natal serão tomadas por mulheres de mais de 23 estados do Brasil e de outros países do mundo.

 

Ato Publico MMM2024

 

Ato Público da Marcha Mundial das Mulheres e movimentos aliados em Natal – Rio Grande do Norte

 

Na próxima segunda-feira, dia 8 de julho, a partir das 15h, as ruas de Natal serão tomadas por mulheres de mais de 23 estados do Brasil e de outros países do mundo.

O ato público da MMM junto com movimentos aliados como MST, CUT, Contag e CMP acontecem no contexto do 3º Encontro Nacional da MMM e vem reafirmar a força e resistência do feminismo popular frente os desafios da conjuntura e a ofensiva do conservadorismo sobre os corpos, trabalhos e vida das mulheres.

No continente, a ascensão das lutas populares e as experiências de governos populares ainda enfrentam uma violenta reação arquitetada internacionalmente pela extrema direita. Temos visto recentemente com projetos de Lei como o PL 1904 da “Gravidez Infantil” mais uma tentativa de controle patriarcal e racista sobre nossas vidas.

A ofensiva da extrema direita tem em seu centro uma agenda conservadora de violência, misoginia e racismo, atacando as condições que tornam a vida possível. Neste conflito entre o capital e a vida, esses setores buscam aumentar o lucro e a desigualdade com privatizações, precarização do trabalho, contaminação e destruição ambiental, financeirização da natureza e militarização.

Vamos às ruas para afirmar nosso feminismo popular, fortalecendo nossa capacidade de articular em aliança com os movimentos sociais, para transformar o mundo e a vida das mulheres em um só movimento!

Articulam junto este ato: Marcha Mundial das Mulheres (MMM), Movimento Sem Terra (MST); Central Única dos Trabalhadores (CUT); Central de Movimentos Populares (CMP); e Confederação Nacional dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares (CONTAG).

Dia: 8 de julho (segunda-feira)
Concentração: 15 horas
Local: Midway (em frente ao IFRN)

#3oEncontroNacionalMMM

Resistimos para viver, marchamos para transformar!

 

Confira a programação do 3º Encontro Nacional da MMM “Nalu Faria”

 

fonte: https://www.marchamundialdasmulheres.org.br/feminismo-e-revolucao-por-soberania-popular-e-de-nossos-corpos/

 


Matérias Publicadas por Data

Artigos do CFEMEA

Coloque seu email em nossa lista

lia zanotta4
CLIQUE E LEIA:

Lia Zanotta

A maternidade desejada é a única possibilidade de aquietar corações e mentes. A maternidade desejada depende de circunstâncias e momentos e se dá entre possibilidades e impossibilidades. Como num mundo onde se afirmam a igualdade de direitos de gênero e raça quer-se impor a maternidade obrigatória às mulheres?

ivone gebara religiosas pelos direitos

Nesses tempos de mares conturbados não há calmaria, não há possibilidade de se esconder dos conflitos, de não cair nos abismos das acusações e divisões sobretudo frente a certos problemas que a vida insiste em nos apresentar. O diálogo, a compreensão mútua, a solidariedade real, o amor ao próximo correm o risco de se tornarem palavras vazias sobretudo na boca dos que se julgam seus representantes.

Violência contra as mulheres em dados

Cfemea Perfil Parlamentar

Logomarca NPNM

Direitos Sexuais e Reprodutivos

logo ulf4

Cfemea Perfil Parlamentar

Informe sobre o monitoramento do Congresso Nacional maio-junho 2023

legalizar aborto

...