Quase lá: Julho das Pretas deste ano tem agenda coletiva com mais de 500 atividades em todo país

Esta edição conta com a participação de mais de 250 organizações em 23 estados

Salvador |

São mais de 500 eventos por todo o país organizados por mais de 250 instituições - Divulgação

 

A 12a edição do Julho das Pretas já está acontecendo em todo o país. Criado pelo Odara – Instituto da Mulher Negra em 2013, é uma iniciativa atuante na incidência política e social das mulheres negras no Brasil. Nesta edição histórica, o Julho das Pretas conta com a 533 atividades realizadas por mais de 250 organizações em 23 estados do país.

Com o tema Reparação e Bem Viver, o Julho das Pretas deste ano abre caminho para a Marcha das Mulheres Negras por Reparação e Bem Viver, que acontecerá em novembro de 2025, em Brasília, e que pretende reunir 1 milhão de mulheres negras em marcha na capital do país.

Durante todo o mês, a Agenda Coletiva do Julho das Pretas apresenta encontros, seminários, oficinas, atos, manifestações e debates públicos, em espaços públicos, organizações e coletivos, em capitais e interior por todo o país, refletindo a força e a incidência política do Movimento de Mulheres Negras na América Latina.

“Ao longo do tempo, a iniciativa tem promovido crescentes impactos em distintas esferas sociais, fortalecendo a autonomia e a ação política das mulheres negras”, destaca a organização. Nascido de uma iniciativa local do instituto para demarcar as lutas em torno do 25 de Julho, Dia Internacional da Mulher Afrolatinoamericana e Afro-caribenha, o Julho das Pretas ampliou sua incidência para o nordeste, depois para outros estados e agora chega também a outros países.

Atualmente, é mobilizado pela Articulação de Organizações de Mulheres Negras Brasileiras (AMNB), Rede de Mulheres Negras do Nordeste e Rede Fulanas – Negras da Amazônia Brasileira.

A agenda completa está disponível para download aqui.

Edição: Gabriela Amorim

fonte: https://www.brasildefatoba.com.br/2024/07/03/julho-das-pretas-deste-ano-tem-agenda-coletiva-com-mais-de-500-atividades-em-todo-pais


Matérias Publicadas por Data

Artigos do CFEMEA

Coloque seu email em nossa lista

lia zanotta4
CLIQUE E LEIA:

Lia Zanotta

A maternidade desejada é a única possibilidade de aquietar corações e mentes. A maternidade desejada depende de circunstâncias e momentos e se dá entre possibilidades e impossibilidades. Como num mundo onde se afirmam a igualdade de direitos de gênero e raça quer-se impor a maternidade obrigatória às mulheres?

ivone gebara religiosas pelos direitos

Nesses tempos de mares conturbados não há calmaria, não há possibilidade de se esconder dos conflitos, de não cair nos abismos das acusações e divisões sobretudo frente a certos problemas que a vida insiste em nos apresentar. O diálogo, a compreensão mútua, a solidariedade real, o amor ao próximo correm o risco de se tornarem palavras vazias sobretudo na boca dos que se julgam seus representantes.

Violência contra as mulheres em dados

Cfemea Perfil Parlamentar

Logomarca NPNM

Direitos Sexuais e Reprodutivos

logo ulf4

Cfemea Perfil Parlamentar

Informe sobre o monitoramento do Congresso Nacional maio-junho 2023

legalizar aborto

...