Quase lá: Modelo Sierra Veloso luta por visibilidade trans e negra no DF

A jovem de 24 anos utiliza as redes sociais como uma forma de compartilhar as experiências profissionais e do dia a dia

Reivindicar a ocupação dos grupos invisibilizados em espaços de poder é algo que faz parte da rotina de Sierra Veloso desde a adolescência. Com cada vez mais consciência sobre sua voz e alcance, a modelo brasiliense acumula experiências profissionais de destaque, ao mesmo tempo que reflete sobre as dificuldades enfrentadas por ser uma mulher trans e negra.

A jovem compartilha nas redes sociais o seu dia a dia

 

Aos 24 anos, Sierra Veloso se intitula uma “multiartista”. Apaixonada por moda, a jovem começou a ser fotografada ainda na adolescência a convite de profissionais da cidade. “Lembro que queria ser estilista, desenhar roupas, mas aí fui crescendo, comecei a fazer autorretratos e me apaixonei pela fotografia”, conta, em entrevista à coluna.

Com participações em editoriais de marcas relevantes de Brasília, Sierra Veloso constrói uma carreira para além da moda. No currículo, acumula também experiências no audiovisual, como atriz, além de assinar o styling de clipes.

Para Sierra Veloso, não é possível discutir sobre moda e tendências sem a participação de grupos invisibilizados. “Já passou da hora da gente comer o pão e sentar à mesa como todo mundo. Nós criamos as principais referências que são copiadas pela branquitude sem o menor crédito”, defende.

Sierra Veloso é um dos nomes da cena cultura brasiliense

Seu estilo tem como referência outras pessoas negras

A brasiliense começou a fotografar ainda na adolescência

Sierra Veloso defende maior empregabilidade para pessoas trans

Sierra Veloso

Cursando Serviço Social na Universidade de Brasília (UnB), Sierra Veloso encontrou nas redes sociais uma forma de potencializar os debates enfrentados no dia a dia. Com mais de 16 mil seguidores no Instagram, a modelo compartilha o lifestyle cheio de ousadia e estilo, além de propagar perfis e campanhas de pessoas negras e LGBTQIAP+.

Apesar de ser um nome emergente na capital federal, a jovem luta por mais oportunidades. “Eu vejo, às vezes, como um lugar de apropriação, um roubo de protagonismo, entende? A maioria das pessoas que tem o poder não querem a gente no mesmo espaço. São oportunistas”, afirma.

Para finalizar, Sierra Veloso acredita que o “novo” veio para ficar e mudar as estruturas. “A galera da nova geração está construindo coisas diferentes. Sinto que estamos caminhando para um lugar de voz muito mais altiva, sem medos”, pondera.

A transição de gênero foi algo crucial na sua vida

A modelo acumula participações em produções audiovisuais

Nas redes sociais, luta pelas pessoas LGBTQIAP+ e negras

A modelo quer alcançar novos lugares

 

Brasília Fora dos Padrões

A coluna deu início ao quadro Brasília Fora dos Padrões, como uma extensão da série Moda Brasília. Toda semana, apresentamos pessoas que se destacam pelo estilo próprio, a fim de dar ênfase à moda no Distrito Federal, no Centro-Oeste.

O objetivo é compilar fashionistas que usam o vestuário como uma forma de autoexpressão e autenticidade. Os nomes são selecionados de forma independente pela equipe da coluna. A iniciativa também aborda pautas com temas para além do segmento fashion, como música, entretenimento e arte.

fonte: https://www.metropoles.com/colunas/ilca-maria-estevao/modelo-sierra-veloso-luta-por-visibilidade-trans-e-negra-no-df

 


Matérias Publicadas por Data

Artigos do CFEMEA

Coloque seu email em nossa lista

lia zanotta4
CLIQUE E LEIA:

Lia Zanotta

A maternidade desejada é a única possibilidade de aquietar corações e mentes. A maternidade desejada depende de circunstâncias e momentos e se dá entre possibilidades e impossibilidades. Como num mundo onde se afirmam a igualdade de direitos de gênero e raça quer-se impor a maternidade obrigatória às mulheres?

ivone gebara religiosas pelos direitos

Nesses tempos de mares conturbados não há calmaria, não há possibilidade de se esconder dos conflitos, de não cair nos abismos das acusações e divisões sobretudo frente a certos problemas que a vida insiste em nos apresentar. O diálogo, a compreensão mútua, a solidariedade real, o amor ao próximo correm o risco de se tornarem palavras vazias sobretudo na boca dos que se julgam seus representantes.

Violência contra as mulheres em dados

Cfemea Perfil Parlamentar

Direitos Sexuais e Reprodutivos

logo ulf4

Logomarca NPNM

Cfemea Perfil Parlamentar

Informe sobre o monitoramento do Congresso Nacional maio-junho 2023

legalizar aborto

...