Quase lá: STJ julga recursos do caso do estuprador ex-dono de bar em Brasília. A repercussão desse julgamento pode ser de amplo impacto em toda a sociedade brasileira

JULGAMENTO HISTÓRICO nesta terça sobre o caso do estuprador em série de Brasília! Às 14h de 7/5, o STJ julga recurso do MPF-DF para invalidar absolvição de Gabriel Ferreira Mesquita, o ex-dono do bar Bambambã, acusado por 12 mulheres por estupro. 
 nao eh nao1
 
De acordo com os julgadores que o absolveram, o fato da vítima ter pedido pra parar o sexo anal por diversas vezes, não bastou para que o abusador entendesse que ela não queria. Como ele não usou de violência física – apesar de seu corpo pesando sobre o de uma mulher que se sentia dopada – os magistrados da 3ª turma do TJDFT se apoiam no artigo 213 do famigerado código penal, que só considera o crime de estupro quando a conjunção carnal é praticada “mediante violência ou grave ameaça”. 
 
Entretanto, passam por cima da lei federal do “Não é Não”, (14.786/2023), que determina que dizer “não”, bastaria para a negativa do consentimento.
 
Caso a 6a turma do STJ não acate o recurso e o réu venha a ser absolvido, *a decisão pode virar jurisprudência para os casos de estupro no Brasil*, o que é bastante grave e preocupante, já que traz insegurança jurídica e enfraquece a tutela de proteção de vítimas em todo o País.
 
"A repercussão desse julgamento pode ser de amplo impacto em toda a sociedade brasileira, em especial para as mulheres, pois pode colocar em dúvida o entendimento de que o consentimento para o ato sexual é o que delimita o que é ou não estupro. Inúmeras denúncias poderão ser questionadas e invalidadas caso o STJ dê esse recurso como improcedente”, diz Manuela Paes Landim, assistente de acusação do caso.
 
Compartilhe, pressione o #STJ , acompanhe os desdobramentos em nossas redes e apoie a causa.
 
#NãoéNão @stjnoticias @12mulheresimportam
#nãoapermissãojuridicadoestupro @justicadesaia @brasilmetoo @cladembrasil
https://www.instagram.com/p/C6m6e1asj66/?igsh=OHAyb3Iycnhmd2lp
 
 

Matérias Publicadas por Data

Artigos do CFEMEA

Coloque seu email em nossa lista

lia zanotta4
CLIQUE E LEIA:

Lia Zanotta

A maternidade desejada é a única possibilidade de aquietar corações e mentes. A maternidade desejada depende de circunstâncias e momentos e se dá entre possibilidades e impossibilidades. Como num mundo onde se afirmam a igualdade de direitos de gênero e raça quer-se impor a maternidade obrigatória às mulheres?

ivone gebara religiosas pelos direitos

Nesses tempos de mares conturbados não há calmaria, não há possibilidade de se esconder dos conflitos, de não cair nos abismos das acusações e divisões sobretudo frente a certos problemas que a vida insiste em nos apresentar. O diálogo, a compreensão mútua, a solidariedade real, o amor ao próximo correm o risco de se tornarem palavras vazias sobretudo na boca dos que se julgam seus representantes.

Violência contra as mulheres em dados

Cfemea Perfil Parlamentar

Direitos Sexuais e Reprodutivos

logo ulf4

Logomarca NPNM

Cfemea Perfil Parlamentar

Informe sobre o monitoramento do Congresso Nacional maio-junho 2023

legalizar aborto

...