Quase lá: Nove profissionais negras do audiovisual estão entre as selecionadas no edital Ruth de Souza

De um total de 187 inscritos, 18 candidatas foram selecionados. Investimento é de R$ 36 milhões em longa-metragens

Imagem mostra a atriz Ruth de Souza já na terceira idade.

Foto: Reprodução/TV Globo - Ruth de Souza é homenageada em edital do Ministério da Cultura.

Redação
 

28 DE ABRIL DE 2024

 
 

O resultado final do Edital Ruth de Souza de Audiovisual foi publicado na sexta-feira (26) no Diário Oficial do União (DOU). A premiação é voltada para a produção de obras cinematográficas de longa-metragem dirigidas por mulheres cis ou transgêneros estreantes. De 187 inscritas, 18 candidatas foram selecionadas. O investimento disponibilizado foi de R$ 36 milhões e serão destinados R$ 2 milhões a cada um dos projetos.

Para Joelma Gonzaga, secretária do Audiovisual do Ministério da Cultura, o edital reafirma o compromisso do MinC com a implementação de políticas afirmativas e de diversidade.

“O Edital Ruth de Souza é um marco importante para o cinema brasileiro. Ele incentiva e valoriza a diversidade de vozes femininas no audiovisual. Estamos ansiosos para ver as histórias e perspectivas únicas que serão trazidas à tela por essas talentosas diretoras estreantes”, diz.

Com temática livre e apresentados por produtoras brasileiras independentes, os projetos são de ficção. O destino inicial é o mercado de salas de exibição.

Nove contempladas são negras

Das candidatas, nove são mulheres negras (seis mulheres pretas e três pardas), uma indígena e oito mulheres brancas. Cinco delas são do Sudeste e quatro do Nordeste. As regiões Norte, Sul e Centro-Oeste têm três representantes cada uma.

As selecionadas são da Bahia, Rio de Janeiro, Ceará, Paraíba São Paulo, Distrito Federal, Rio Grande do Sul, Mato Grosso, Goiás, Piauí, Minas Gerais, Pará, Paraná, Tocantins e Amazonas.

O chamamento homenageia o legado da atriz carioca Ruth de Souza. Pioneira no teatro, cinema e televisão brasileiros, ela foi a primeira artista negra a conquistar projeção na dramaturgia nacional, abrindo caminho para outros intérpretes.

 

Matérias Publicadas por Data

Artigos do CFEMEA

Coloque seu email em nossa lista

lia zanotta4
CLIQUE E LEIA:

Lia Zanotta

A maternidade desejada é a única possibilidade de aquietar corações e mentes. A maternidade desejada depende de circunstâncias e momentos e se dá entre possibilidades e impossibilidades. Como num mundo onde se afirmam a igualdade de direitos de gênero e raça quer-se impor a maternidade obrigatória às mulheres?

ivone gebara religiosas pelos direitos

Nesses tempos de mares conturbados não há calmaria, não há possibilidade de se esconder dos conflitos, de não cair nos abismos das acusações e divisões sobretudo frente a certos problemas que a vida insiste em nos apresentar. O diálogo, a compreensão mútua, a solidariedade real, o amor ao próximo correm o risco de se tornarem palavras vazias sobretudo na boca dos que se julgam seus representantes.

Violência contra as mulheres em dados

Cfemea Perfil Parlamentar

Direitos Sexuais e Reprodutivos

logo ulf4

Logomarca NPNM

Cfemea Perfil Parlamentar

Informe sobre o monitoramento do Congresso Nacional maio-junho 2023

legalizar aborto

...