E chegamos no novo século com notícias importantes para nós. Estamos no grande debate do Fórum Social Mundial que acontece em Porto Alegre onde estarão representadas mais de 100 nacionalidades. As feministas chegam afirmando que os direitos sexuais e reprodutivos das mulheres estão num contexto de exclusão social; defendem a ampliação dos direitos das mulheres na área sindical; discutem o racismo e a capacitação das mulheres trabalhadoras rurais e muitos outros temas. Na próxima edição do Fêmea traremos informações mais detalhadas sobre o Encontro.

Outra notícia importante foi a posse das 317 mulheres eleitas para as prefeituras. Elas foram empossadas no dia 1o. de janeiro. Ganhamos a eleição, mostramos mais uma vez do que somos capaz, no entanto, segundo apurou o FÊMEA, ainda somos poucas na composição do primeiro escalão das Prefeituras. Produzimos uma matéria com informações das próprias Prefeituras aonde constatamos que o número de mulheres secretárias municipais ainda é reduzido. As justificativas podem ser várias: desinteresse d@s prefeit@s na escolha de nomes femininos, preconceitos, falta de quadros, de experiência no serviço público em altos escalões etc e até desinteresse e mêdo das mulheres de assumirem o poder. São questionamentos que podem aparecer, podem ter sentido ou não. Com o passar do tempo poderemos avaliar melhor e com mais subsídios o quadro. Mas é bom lembrar que a escolha de nomes de mulheres em muitas prefeituras levou em conta características positivas que nos trazem orgulho como credibilidade, honestidade, sensibilidade, além é claro, da competência profissional.

 
 
CFEMEA
O Centro Feminista de Estudos e Assessoria é uma organização não-governamental, sem fins lucrativos.
 
AUTOCUIDADO E CUIDADO ENTRE ATIVISTAS
   
UNIVERSIDADE LIVRE FEMINISTA
   
   
LINHA DO TEMPO CFEMEA
 
 
+55 61 3224 1791
   
  FALE CONOSCO