O Congresso Nacional aprovou, dia 2 de julho, o projeto que prevê as diretrizes para a elaboração do orçamento de 2003 (LDO). Por sugestão e assessoria do CFEMEA, a deputada Laura Carneiro (PFL-RJ) apresentou, 5 emendas à LDO. Destas, 2 foram acolhidas pelo relator geral, aprovadas pela Comissão Mista de Orçamento e pelo Plenário do Congresso Nacional. As duas emendas aprovadas tratam de resgatar programas relativos à saúde da mulher e ao combate à violência contra a mulher que constavam como prioridades na LDO de 2002 e que foram excluídos na proposta para 2003. Esta foi uma grande vitória, pois, caso essas emendas não fossem aprovadas, os 2 programas deixariam de ser prioridade no momento de elaboração da Lei Orçamentária Anual para 2003.

As outras 3 emendas apresentadas à LDO foram de alteração de texto para que as informações que o governo manda ao Congresso, subsidiando seus projetos de lei orçamentária, sejam discriminadas por sexo. Esta seria a forma que teríamos para introduzir a noção de que os resultados da aplicação das políticas públicas e, portanto, dos recursos, são diferenciados para homens e mulheres. Facilitaria, também, a avaliação do direcionamento dos recursos para a população feminina. Os nossos planejadores e gestores se esquecem de que os números têm sexo. Lamentavelmente, ainda não foi dessa vez, mas continuaremos insistindo com essas emendas na LDO do próximo ano.

   
Categoria
 
Alerta Feminista

Radar Feminista no Congresso

Notícias

Artigos e Textos

Diálogos e Mobilizações

Publicações
 
 
 
Artigos Recentes
 
 
 
 
CFEMEA
O Centro Feminista de Estudos e Assessoria é uma organização não-governamental, sem fins lucrativos.
 
AUTOCUIDADO E CUIDADO ENTRE ATIVISTAS
   
UNIVERSIDADE LIVRE FEMINISTA
   
LINHA DO TEMPO CFEMEA
   
 
 
+55 61 3224 1791
   
  FALE CONOSCO