Luizianne Lins
Vereadora e presidente do Diretório Municipal do Partido dos Trabalhadores em Fortaleza-Ceará.

Durante séculos as mulheres foram alijadas do espaço público. De acordo com o que era imposto, a elas cabia a esfera doméstica e sua contribuição social se restringia ao papel de mantenedoras do equilíbrio doméstico familiar. Difícil inclusive relatar a história das nossas antepassadas, obscurecidas que eram pelas falas dos homens e ausentes que estavam do cenário histórico e político.

O Parlamento é um espaço que possibilita a expressão pública de idéias e lutas. Ele faz parte de um dos poderes constitutivos do Estado que, por esta autoridade e esta mística, tem audiência privilegiada.

Somos todos no Mandato Popular “Gente é pra Brilhar” – que, com orgulho, exercemos pela segunda vez consecutiva na Câmara Municipal de Fortaleza - homens e mulheres, que têm consciência e sentimento de quão perverso é o atual estágio da civilização humana. Portanto, nosso objetivo maior é a transformação radical desta sociedade.

Queremos democratizar o ter, o saber e o poder. Queremos o socialismo como a utopia de sociedade mais avançada que a existência humana já desenhou, e que hoje representa a única possibilidade de reversão do caos sócio-político-econômico-cultural-ambiental em que nos colocamos. Queremos um mundo mais justo e igual para nossas mulheres. Queremos fazer da tribuna parlamentar um espaço para falar das mulheres e às mulheres sobre nossas especificidades, sobre nossas diferenças. Queremos, antes de tudo, compreender a cidade sob o olhar das mulheres para que as nossas diferenças não sejam tratadas como desigualdades.

Para isso, propomos, apresentamos projetos de Lei, fiscalizamos as ações do Executivo, ampliamos o leque de relações com o movimento de mulheres organizado na sociedade, sempre com o intuito de tornar mais digna a vida das companheiras. Mas não tem sido fácil. No que diz respeito à ação parlamentar propriamente dita, o Prefeito de Fortaleza tem barrado com mão de ferro praticamente todas as iniciativas do nosso Mandato com relação às mulheres. Felizmente, no final do ano passado conseguimos garantir a aprovação de um Projeto de Resolução que cria, no âmbito da Câmara Municipal de Fortaleza, a Comissão permanente de Defesa dos Direitos da Mulher, da Juventude e da Criança, da qual ocuparemos a presidência nos próximos dois anos.

É bastante óbvio que um mandato parlamentar não reúne condições para alterar significativamente as estruturas e cultura de toda uma sociedade. Tudo depende da correlação das forças políticas, das garantias dos direitos, do resgate das instituições públicas em busca da formação do cidadão e da preservação da democracia. A transformação social passa necessariamente pela emancipação das mulheres. Historicamente, nossa luta é por isso: pela igualdade que existe na lei mas não existe na vida e para que mulheres e homens possam ter direito a um mundo mais justo, belo e digno.

   
Categoria
 
Alerta Feminista

Radar Feminista no Congresso

Notícias

Artigos e Textos

Diálogos e Mobilizações

Publicações
 
 
 
Artigos Recentes
 
 
 
 
CFEMEA
O Centro Feminista de Estudos e Assessoria é uma organização não-governamental, sem fins lucrativos.
 
AUTOCUIDADO E CUIDADO ENTRE ATIVISTAS
   
UNIVERSIDADE LIVRE FEMINISTA
   
LINHA DO TEMPO CFEMEA
   
 
 
+55 61 3224 1791
   
  FALE CONOSCO