O Ministério da Justiça aprovou a liberação de recursos para a manutenção de Casa Abrigo para as seguintes localidades: Acre, Distrito Federal, Ceará, Amapá, Sorocaba, Curitiba, Cascavel, Caxias do Sul, Santos, Olinda, Maceió, Belo Horizonte e Rio de Janeiro. Esses 13 projetos, entre 20 apresentados, receberam parecer técnico do Conselho Nacional dos Direitos da Mulher.

Os recursos variam de 20 mil a 50 mil reais e já estão disponíveis. O restante dos projetos ainda podem ser aprovados este ano.

As Casas Abrigo estão relacionadas ao combate à violência contra as mulheres. Por isso, estão no contexto da medida provisória nº 2030-30 de 21/06/2000, que diz respeito ao Plano Nacional de Segurança Pública que o Governo Federal quer implementar o mais rápido possível.

   
Categoria
 
Alerta Feminista

Radar Feminista no Congresso

Notícias

Artigos e Textos

Diálogos e Mobilizações

Publicações
 
 
 
Artigos Recentes
 
 
 
 
CFEMEA
O Centro Feminista de Estudos e Assessoria é uma organização não-governamental, sem fins lucrativos.
 
AUTOCUIDADO E CUIDADO ENTRE ATIVISTAS
   
UNIVERSIDADE LIVRE FEMINISTA
   
LINHA DO TEMPO CFEMEA
   
 
 
+55 61 3224 1791
   
  FALE CONOSCO