Após o primeiro turno das Eleições 2002, o CFEMEA realizou um levantamento preliminar sobre as mulheres eleitas por Unidade da Federação e Partido Político para o Congresso Nacional, Assembléias Estaduais Legislativas e Câmara Distrital. A seguir, os principais resultados.

Nas eleições de 2002, foram eleitas 42 mulheres deputadas federais, em todo o país (8,2% das 513 cadeiras). Isso significou um crescimento de 45% em relação às eleições de 1998, quando foram eleitas 29 deputadas (5,6% do total). Das 42 deputadas eleitas, 25 (59,5%) serão parlamentares de 1o mandato.

Neste pleito, cinco estados não elegeram nenhuma mulher deputada federal: Alagoas, Ceará, Mato Grosso do Sul, Pernambuco e Sergipe. Entretanto, Alagoas, Ceará e Sergipe têm representação no Senado Federal. Assim, apenas Pernambuco e Mato Grosso do Sul ficam sem nenhuma representação feminina no Congresso Nacional.

São Paulo e Rio de Janeiro elegeram o maior número de mulheres: 6 em cada Estado. Também destaca-se o estado do Rio Grande do Sul, que terá 4 representantes na Câmara dos Deputados. Por outro lado, Minas Gerais elegeu apenas 1 mulher para suas 53 vagas. A distribuição das eleitas por Unidade da Federação foi ampliada, considerando-se que, nas eleições de 98, 9 estados não elegeram nenhuma mulher (BA, CE, PB, PR, PE, PI, RR, SE e TO).

É importante ressaltar ainda que, em 8 estados da Federação, as mulheres foram as campeãs de votos: Perpétua Almeida (PCdoB/AC); Janete Capiberibe (PSB/AP); Vanessa Grazziottin (PCdoB/AM); Maria Trindade (PT/PI); Denise Frossard (PSDB/RJ); Fátima Bezerra (PT/RN); Maria Helena (PST/RR); e Kátia Abreu (PFL/TO).

Em outros 6 estados, as mulheres estiveram entre os cinco candidatos mais votados: Maninha (PT/DF), Professora Raquel Teixeira (PSDB/GO), Maria do Carmo Lara (PT/MG), Ieda Crusius (PSDB/RS), Maria do Rosário (PT/RS), Marinha Raupp (PMDB/RO) e Jandira Feghali (PC do B/RJ).

Em relação à distribuição das mulheres eleitas pelos Partidos Políticos, foi ampliado de 7 para 11 o número de Partidos que elegeram candidatas ao mandato de Deputada Federal. Na Legislatura que se inicia em 1o de fevereiro de 2003, a Bancada Feminina será composta pela representação dos seguintes Partidos:

  • PT - 14 deputadas;
  • PFL - 6 deputadas;
  • PSDB - 6 deputadas;
  • PC do B - 4 deputadas;
  • PMDB - 4 deputadas;
  • PSB - 2 deputadas;
  • PTB - 2 deputadas;
  • PDT - 1 deputada;
  • PSD - 1 deputada;
  • PST - 1 deputada;
  • PPB - 1 deputada.

O grande destaque fica por conta do PT, que ampliou a sua representação na Câmara dos Deputados de 5 mulheres, eleitas em 98, para 14, em 2002. A presença feminina representa 15,4% de toda a bancada petista na Câmara. A situação do PMDB é oposta. O Partido elegeu 8 mulheres nas eleições passadas e, no último pleito, elegeu apenas 4 deputadas federais.

Ainda em relação aos resultados das eleições, o PCdoB aumentou duas cadeiras, o PFL uma, o PSB uma. O PDT manteve a mesma representação, com uma cadeira. Já o PSDB perdeu uma cadeira. Os quatro novos partidos que elegeram deputadas são: PSD, PST, PPB e PTB.

Em termos relativos, o PCdoB é o Partido que tem a maior bancada feminina entre seus representantes (4 mulheres em 12 eleitos, o que corresponde a 33,33%). Das 42 deputadas eleitas, 21 (50%) são de Partidos considerados à esquerda no espectro político: PT (14), PCdoB (4), PSB (2) e PDT (1).

Senado Federal

Para o mandato de senadora, foram eleitas 8 candidatas (14,8% do total de eleitos). São elas:

Marina Silva - PT/AC; Serys Marly - PT/MT; Ana Júlia - PT/PA; Fátima Cleide - PT/RO; Idely Salvati - PT/SC; Patrícia Gomes - PPS/CE; Lucia Vânia - PSDB/GO; e Roseana Sarney - PFL/MA.

Duas senadoras continuarão seus mandatos: Maria do Carmo (PFL/SE); e Heloisa Helena (PT/AL), totalizando assim uma bancada de 10 senadoras, no conjunto das 81 cadeiras (12,3% do total).

A seguir, dados sobre as mulheres eleitas como deputadas federais, por Unidade da Federação e Partido Político:

CÂMARA DOS DEPUTADOS
ELEIT@S - UF/SEXO - Legislatura 2003-2007
Unidades da Federação Feminino Masculino Total
Qtd % Qtd %
Acre 1 12,50 7 87,50 8
Alagoas 0 0,00 9 100,00 9
Amapá 1 12,50 7 87,50 8
Amazonas 1 12,50 7 87,50 8
Bahia 2 5,13 37 94,87 39
Ceará 0 0,00 22 100,00 22
Distrito Federal 1 12,50 7 87,50 8
Espírito Santo 2 20,00 8 80,00 10
Goiás 2 11,76 15 88,24 17
Maranhão 2 11,11 16 88,89 18
Mato Grosso 2 25,00 6 75,00 8
Mato Grosso do Sul 0 0,00 8 100,00 8
Minas Gerais 1 1,89 52 98,11 53
Pará 1 5,88 16 94,12 17
Paraíba 1 8,33 11 91,67 12
Paraná 1 3,33 29 96,67 30
Pernambuco 0 0,00 25 100,00 25
Piauí 1 10,00 9 90,00 10
Rio de Janeiro 6 13,04 40 86,96 46
Rio Grande do Norte 2 25,00 6 75,00 8
Rio Grande do Sul 4 12,90 27 87,10 31
Rondônia 1 12,50 7 87,50 8
Roraima 2 25,00 6 75,00 8
Santa Catarina 1 6,25 15 93,75 16
São Paulo 6 8,57 64 91,43 70
Sergipe 0 0,00 8 100,00 8
Tocantins 1 12,50 7 87,50 8
Brasil 42 8,19 471 91,81 513

CÂMARA DOS DEPUTADOS
ELEIT@S - PARTIDO/SEXO - Legislatura 2003-2007
Unidades da Federação Feminino Masculino Total
Qtd % Qtd %
PAN 0 0,00 0 0,00 0
PC do B 4 33,33 8 66,67 12
PCB 0 0,00 0 0,00 0
PCO 0 0,00 0 0,00 0
PDT 1 4,76 20 95,24 21
PFL 6 7,14 78 92,86 84
PGT 0 0,00 0 0,00 0
PL 0 0,00 26 100,00 26
PMDB 4 5,41 70 94,59 74
PMN 0 0,00 1 100,00 1
PPB 1 2,04 48 97,96 49
PPS 0 0,00 15 100,00 15
PRN / PTC 0 0,00 0 0,00 0
PRONA 0 0,00 6 100,00 6
PRP 0 0,00 0 0,00 0
PRTB 0 0,00 0 0,00 0
PSB 2 9,09 20 90,91 22
PSC 0 0,00 1 100,00 1
PSD 1 25,00 3 75,00 4
PSDB 6 8,45 65 91,55 71
PSDC 0 0,00 1 100,00 1
PSL 0 0,00 1 100,00 1
PSN / PHS 0 0,00 0 0,00 0
PST 1 33,33 2 66,67 3
PSTU 0 0,00 0 0,00 0
PT 14 15,38 77 84,62 91
PT do B 0 0,00 0 0,00 0
PTB 2 7,69 24 92,31 26
PTN 0 0,00 0 0,00 0
PV 0 0,00 5 100,00 5
Total 42 8,19 471 91,81 513

CFEMEA/Eleições 2002
Fonte: TSE - 7 de outubro de 2002
Lei 9.504/97 - COtas por sexo para candidaturas às eleições proporcionais.

Estes dados foram levantados pela Assessoria Técnica do CFEMEA, a partir de pesquisa aos dados disponibilizados na Internet, pelo TSE (DivNet), em 17 de outubro. Outras informações sobre as candidatas eleitas - por Unidade da Federação, Partido Político e cargo - estão disponíveis no encarte Eleições 2002, que estamos distribuindo, este mês.

   
Categoria
 
Alerta Feminista

Radar Feminista no Congresso

Notícias

Artigos e Textos

Diálogos e Mobilizações

Publicações
 
 
 
Artigos Recentes
 
 
 
 
CFEMEA
O Centro Feminista de Estudos e Assessoria é uma organização não-governamental, sem fins lucrativos.
 
AUTOCUIDADO E CUIDADO ENTRE ATIVISTAS
   
UNIVERSIDADE LIVRE FEMINISTA
   
LINHA DO TEMPO CFEMEA
   
 
 
+55 61 3224 1791
   
  FALE CONOSCO