A empregada doméstica gestante poderá ter estabilidade provisória. A proposta, de autoria da deputada Nair Xavier Lobo (PMDB-GO), foi aprovada por unanimidade na Comissão de Trabalho da Câmara dos Deputados. O PL 5.903/01 modifica a Lei 5.859/72, sobre a profissão de empregad@ doméstic@.

De acordo com a argumentação do deputado Luiz Antonio Fleury (PTB-SP), relator do projeto, "é uma incongruência que a empregada doméstica já tenha assegurado o direito à licença-maternidade, mas ainda não tenha direito à proteção ao emprego que lhe assegure o direito de vir a usufruir a referida licença". Para o movimento de mulheres, essa iniciativa poderá garantir às trabalhadoras domésticas os mesmos direitos que possuem as demais trabalhadoras.

A proposta será apreciada pela Comissão de Constituição e Justiça da Câmara.

   
Categoria
 
Alerta Feminista

Radar Feminista no Congresso

Notícias

Artigos e Textos

Diálogos e Mobilizações

Publicações
 
 
 
Artigos Recentes
 
 
 
 
CFEMEA
O Centro Feminista de Estudos e Assessoria é uma organização não-governamental, sem fins lucrativos.
 
AUTOCUIDADO E CUIDADO ENTRE ATIVISTAS
   
UNIVERSIDADE LIVRE FEMINISTA
   
LINHA DO TEMPO CFEMEA
   
 
 
+55 61 3224 1791
   
  FALE CONOSCO