Vanete Almeida
Coordenação internacional da Rede das Mulheres Trabalhadoras Rurais da América Latina e do Caribe/MMTR - Brasil/CNDM - Brasil)

Como seguimento da 4ª Conferência Mundial das Nações Unidas sobre a Mulher (Beijing 95), a Federação Internacional de Produtores Agrícolas (FIPA), a Fundación Cumbre Mundial de Mujeres Rurais (FCMM) e a União Mundial de Mulheres Rurais (UMMR) - todas preocupadas com a situação que as mulheres rurais vivem e enfrentam - propuseram que fosse proclamado um determinado dia do ano como Dia Mundial da Mulher Rural. Nesse dia, se poderia destacar a importância das mulheres rurais na Agricultura, na Segurança Alimentar e no Desenvolvimento da Zona Rural do mundo inteiro, importância essa que muita gente não reconhece nem valoriza.

Este “Dia 15 de Outubro” começa a ser divulgado no meio rural somente agora, pois mesmo o mundo vivendo a velocidade da comunicação, o meio rural ainda sofre a falta de comunicação. Mas, apesar do difícil intercâmbio de informações, as mulheres rurais têm mostrado sua força, eficiência e coragem em eventos que chamam a atenção do mundo, como por exemplo: o 1º Encontro Latino-Americano e do Caribe da Mulher Trabalhadora Rural - Fortaleza/ Ceará (Brasil 1996).

Neste evento, participaram 230 mulheres de diferentes etnias, culturas, organizações. As participantes trocaram experiências de vida e trabalho, compartilharam avanços de lutas, identificaram problemas comuns e desenharam estratégias para encará-los e superá-los. Entre eles, a criação da Rede das Mulheres Trabalhadoras Rurais da América Latina e do Caribe que, assim como o “Dia 15 de Outubro”, está ainda sendo difundida e construída.

Estamos no processo de construção da Secretaria Executiva dessa Rede. Houve várias discussões entre os países da coordenação sobre questões como onde deveria ser a Sede da Secretaria. Em uma reunião em Santa Cruz de La Sierra (Bolívia), decidimos que o Brasil sediará a Rede. Desde abril/99 estamos neste processo de construção, assumido no Brasil pelas organizações das trabalhadoras rurais: CONTAG - Comissão Nacional das Trabalhadoras Rurais, MAMA (Movimento Articulado das Mulheres da Amazônia, MMTR-NE (Movimento da Mulher Trabalhadora Rural do Nordeste). Contamos ainda com o apoio das ONGs: SOS Corpo, Gênero e Cidadania - Recife/PE e CETRA (Centro de Estudos do Trabalho e de Assessoria ao Trabalhador) de Fortaleza/CE.

É fundamental o fortalecimento da organização e articulação política das trabalhadoras rurais em nível continental neste momento em que o mundo e as riquezas avançam na globalização. As mulheres rurais sentem cada vez mais forte a necessidade de um instrumento próprio que lhes permita maior articulação internacional. A Rede possibilitará uma reflexão e ação conjunta frente a políticas globalizadas e opressivas e seus reflexos na vida das mulheres rurais. Assim, rompendo distâncias, fronteiras, línguas e costumes diferentes vamos estar mais juntas e mais fortes.

A Rede será portanto mais um caminho no processo internacional de articulação e liberdade entre os países e as mulheres rurais que desafiam as distâncias, o isolamento, o analfabetismo, a fome e as políticas de opressão com coragem, força e altivez.

Estratégias da REDE

  • Implantar políticas de comunicação para assegurar intercâmbio ágil e eficaz entre todos os países e organizações que integram a REDE;
  • Implementar comitês nacionais, propor e estimular ações coletivas nos países com representação na REDE;
  • Resgatar, sistematizar e difundir a história e ações das organizações e movimento dos países que compõem a REDE;
  • Divulgar as experiências das organizações e movimentos de mulheres trabalhadoras rurais;
  • Conhecer e divulgar políticas internacionais e as estratégias dos governos com relação ao desenvolvimento rural da América Latina e do Caribe, bem como seus reflexos na vida das trabalhadoras rurais.

Referências da Coordenação Internacional, no Brasil:

MMTR/NE
Telefone: (81) 3831-2051
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

MAMA (Movimento Articulado de Mulheres da Amazônia)
Telefone: (68) 223-8120
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

   
Categoria
 
Alerta Feminista

Radar Feminista do Congresso

Notícias

Artigos e Textos

Diálogos e Mobilizações

Publicações
 
 
 
Artigos Recentes
 
 
 
 
CFEMEA
O Centro Feminista de Estudos e Assessoria é uma organização não-governamental, sem fins lucrativos.
 
AUTOCUIDADO E CUIDADO ENTRE ATIVISTAS
   
UNIVERSIDADE LIVRE FEMINISTA
   
   
LINHA DO TEMPO CFEMEA
 
 
+55 61 3224 1791
   
  FALE CONOSCO