25 anos de desafios, lutas, amizades e construção coletiva! Gilda Cabral, Iáris Cortês, Guacira Oliveira e Malô Simões Lopes falam sobre o feminismo do Cfemea, suas conquistas e as transformações que ainda estão por vir!

Gilda Cabral

Orçamento pela igualdade

Almejávamos, além de tudo, democratizar os espaços de poder, queríamos que os cidadãos e cidadãs pudessem ter condições de acompanhar os gastos públicos, incidir, influir nas decisões para efetivar políticas públicas que promovessem a inclusão e igualdade entre as pessoas, assegurassem direitos

O nosso trabalho com o Orçamento Mulher mostrou que os números têm sexo. Mostramos também que o orçamento não tem nada de ficção, temos que encará-lo como instrumento político.

Por nós e pela outras

No Cfemea consegui espaço para transmitir e compartilhar o que eu aprendi, o meu saber, várias vezes. O Cfemea fez a diferença no que diz respeito aos direitos das mulheres porque o que conseguimos em nível de leis faz uma diferença enorme para mulheres que existimos.

Iáris Cortês

Feminismo: preconceito e transformação

Eu acho maravilhoso quando vejo mocinhas encarando o feminismo como uma forma de vivenciar o mundo, se declarando feministas. O movimento feminista sempre teve inimigos, ainda hoje, muitas mulheres que são muito avançadas, se dizem não-feministas. Tem muita gente que acha o nome “feminista” algo pejorativo, é uma pena.

Cfemea ainda mais próximo das mulheres

O Cfemea sempre cutucou a ferida. Durante 25 anos cutucamos o Congresso Nacional, depois começamos a cutucar o Executivo com o Orçamento Mulher, e agora vai cutucar as mulheres para que elas se apoderem dessas conquistas e façam valer seus direitos! Estou realizando o meu sonho de me aposentar e ver o Cfemea continuar e mudar de roupagem e foco, porque nesses 25 anos nós construímos muito! A partir de agora, o Cfemea vai estar mais próximo das mulheres do que nunca, pois antes, estávamos preparando o contexto político para as mulheres, agora nós vamos preparar as mulheres.

Malô Simões Lopes

Transformação

Claro, mudar é difícil, tudo o que a gente vai enfrentar que for novo, nos dá uma certa preocupação, soa muito melhor ficarmos no que já é conhecido. Por outro lado eu acho que as mudanças são grandes oportunidades de aprendizado e de crescimento, e é com esse espírito que eu vejo a mudança do Cfemea.

Guacira Oliveira

Confiança coletiva

A expectativa de quando vim pra cá era de fazer crescer aquilo que tínhamos conseguido plantar com a retomada do processo democrático, com a luta das mulheres na Constituinte, enfim, essa foi a emoção forte que fazia a gente vibrar com muita esperança, alegria, ousadia, e com muito amor, porque o Cfemea tinha essa coisa de confiança, lado-a-lado e amizade!

Sentido à existência

Para mim o Cfemea é uma construção de um grupo de feministas para lutar pelos direitos das mulheres, um lugar que a gente sustenta para que cada uma possa se dedicar àquilo em que acreditamos, àquilo que achamos justo e àquilo que dá sentido à nossa vida, à nossa existência. O Cfemea é a luta pela igualdade e justiça.

   
Categoria
 
Alerta Feminista

Agenda do Congresso

Notícias

Artigos e Textos

Djumbai

Diálogos e Mobilizações

Publicações
 
 
 
Artigos Recentes
 
 
 
 
CFEMEA
O Centro Feminista de Estudos e Assessoria é uma organização não-governamental, sem fins lucrativos.
 
AUTOCUIDADO E CUIDADO
ENTRE ATIVISTAS
   
UNIVERSIDADE LIVRE FEMINISTA
   
   
LINHA DO TEMPO CFEMEA
 
 
+55 61 3224 1791
   
  FALE CONOSCO
 
Brasília
SCS Quadra 2 Bloco C
Ed. Goiás, Sala 602
Brasília, DF - Brasil
CEP 70317-900