A gente tem direito de saber como está sendo aplicado o dinheiro público. E os governos estaduais e municipais têm a obrigação de mostrar quanto estão arrecadando e em que estão gastando. É o que está na Lei da Transparência (Lei Complementar 131/2009) e que os governos já deveriam estar cumprindo, mas muitos ainda não fizeram o seu dever. A informação pública, disponibilizada na internet, pode se transformar em poder nas mãos dos movimentos que fazem controle social sobre as políticas públicas. Exija dos governos do seu estado e do seu município a disponibilização da informação de forma acessível, compreensível, porque se ninguém puder entender, a transparência é falsa. Intervenha para que os dados sobre os gastos sejam disponibilizados por cada ação orçamentária. Essa é a forma mais detalhada e aquela que vai permitir às mulheres saberem, por exemplo, se há recursos para a criação do Centro de Referência, com quem ele está, e se já foi gasto ou não, para poder botar a boca no trombone.

   
Categoria
 
Alerta Feminista

Agenda do Congresso

Notícias

Artigos e Textos

Djumbai

Diálogos e Mobilizações

Publicações
 
 
 
Artigos Recentes
 
 
 
 
CFEMEA
O Centro Feminista de Estudos e Assessoria é uma organização não-governamental, sem fins lucrativos.
 
AUTOCUIDADO E CUIDADO
ENTRE ATIVISTAS
   
UNIVERSIDADE LIVRE FEMINISTA
   
   
LINHA DO TEMPO CFEMEA
 
 
+55 61 3224 1791
   
  FALE CONOSCO
 
Brasília
SCS Quadra 2 Bloco C
Ed. Goiás, Sala 602
Brasília, DF - Brasil
CEP 70317-900