As trabalhadoras domésticas e outras mulheres consideradas em “situação de alta vulnerabilidade” dentro do PNPM foram inteiramente desconsideradas pelo governo federal em 2009. Dos R$ 3 milhões autorizados para qualificação social e profissional desse público, nada foi liberado para execução.

As perspectivas para 2010 não são animadoras para essas mulheres. O Orçamento deste ano reservou pouco mais de R$ 3 milhões, mas, a julgar pelo comportamento do governo nos dois últimos anos, a carência dessa área vai continuar. Nesse campo houve um retrocesso, já que, em 2007, dos R$ 9 milhões previstos, quase tudo foi efetivamente aplicado no Programa Trabalho Doméstico Cidadão. A partir de 2008, as dotações orçamentárias foram reduzidas e praticamente nada foi executado.

   
Categoria
 
Alerta Feminista

Radar Feminista do Congresso

Notícias

Artigos e Textos

Djumbai

Diálogos e Mobilizações

Publicações
 
 
 
Artigos Recentes
 
 
 
 
CFEMEA
O Centro Feminista de Estudos e Assessoria é uma organização não-governamental, sem fins lucrativos.
 
AUTOCUIDADO E CUIDADO ENTRE ATIVISTAS
   
UNIVERSIDADE LIVRE FEMINISTA
   
   
LINHA DO TEMPO CFEMEA
 
 
+55 61 3224 1791
   
  FALE CONOSCO