Pessoas do mundo todo se mobilizaram no dia 25 de novembro para pedir o fim da violência contra as mulheres. No Brasil, os movimentos de mulheres e feministas promoveram ações para exigir que a Lei Maria da Penha seja integralmente aplicada, realizando vigílias e mobilizações em todo o País.

Os grupos do Distrito Federal enfatizaram a necessidade de aprovação da Ação Declaratória de Constitucionalidade (ADC-19 de 2007) pelo Supremo Tribunal Federal (STF), reafirmando que a Lei Maria da Penha não viola a igualdade entre homens e mulheres. Além disso, reivindicaram que nos casos de lesão corporal leve seja pública incondicionada, ou seja, não dependa da queixa da vítima para que o agressor seja processado.

Muitas manifestações lembraram também o caso de Geisy Arruda. Com grande repercussão na mídia, o episódio ocorrido na Uniban ilustrou algumas das formas de violência sexista a que as brasileiras são submetidas todos os dias. A estudante foi vítima de xingamentos, ameaças e tentativas de violência física e sexual por usar um vestido considerado curto por seus colegas, e só não foi expulsa da universidade graças à atuação dos movimentos sociais. Veja o pronunciamento do CFEMEA no site: www.cfemea.org.br

   
Categoria
 
Alerta Feminista

Agenda do Congresso

Notícias

Artigos e Textos

Djumbai

Diálogos e Mobilizações

Publicações
 
 
 
Artigos Recentes
 
 
 
 
CFEMEA
O Centro Feminista de Estudos e Assessoria é uma organização não-governamental, sem fins lucrativos.
 
AUTOCUIDADO E CUIDADO
ENTRE ATIVISTAS
   
UNIVERSIDADE LIVRE FEMINISTA
   
   
LINHA DO TEMPO CFEMEA
 
 
+55 61 3224 1791
   
  FALE CONOSCO
 
Brasília
SCS Quadra 2 Bloco C
Ed. Goiás, Sala 602
Brasília, DF - Brasil
CEP 70317-900