A Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) 2006 dá conta que as mulheres estão ganhando mais que os homens na construção civil e na extrativa mineral. No primeiro setor, a diferença entre os sexos é de 14,76% e no segundo, de 6,60% . A média divulgada pelo Ministério do Trabalho e Emprego em janeiro de 2008 considera os salários em todas as ocupações, separando depois entre homens e mulheres. Nessas duas áreas, a força de trabalho delas está concentrada em postos de maior qualificação. Na construção, 63,62% têm escolaridade acima do nível médio e na mineração, 80,33%. Portanto, é natural que a remuneração seja maior que a dos homens. Assim, essa diferença em favor das mulheres pode ser inexistente quando comparada a renda de homens e mulheres na mesma ocupação. Além disso, os setores registram menos de 10% dos postos de trabalho ocupados por elas. Onde as mulheres são maioria, na Administração Pública (58,20%), os salários delas são 28% menores. Na média geral, as mulheres ainda recebem 16,8% menos que os homens. O trabalho doméstico não entra nesse levantamento.

   
Categoria
 
Alerta Feminista

Radar Feminista do Congresso

Notícias

Artigos e Textos

Djumbai

Diálogos e Mobilizações

Publicações
 
 
 
Artigos Recentes
 
 
 
 
CFEMEA
O Centro Feminista de Estudos e Assessoria é uma organização não-governamental, sem fins lucrativos.
 
AUTOCUIDADO E CUIDADO
ENTRE ATIVISTAS
   
UNIVERSIDADE LIVRE FEMINISTA
   
   
LINHA DO TEMPO CFEMEA
 
 
+55 61 3224 1791
   
  FALE CONOSCO
 
Brasília
SCS Quadra 2 Bloco C
Ed. Goiás, Sala 602
Brasília, DF - Brasil
CEP 70317-900